Ansiedade no cão e gato: dicas e sugestões

Photo by Alec Favale on Unsplash

A ansiedade surge com muita frequência nos nossos patudos por diversas razões. As manifestações são tão variadas como: vocalização constante, agitação, lambedura ou mordedura compulsiva das patas, destruição de objectos em casa, eliminação fora do local habitual, perda de pêlo, entre outros sinais.  Perante uma expressão clara de ansiedade diferentes iniciativas e estratégias podem fazer a diferença.

  • Em primeira instância consultar o médico veterinário para perceber se a alteração emocional e comportamental se deve a uma questão física;
  • Reflectir e identificar quais podem ser as causas (ex: mudanças repentinas; maior nível de stress em casa; entrada de um novo animal, etc.) e fazer os ajustes possíveis;
  • Apostar em Enriquecimento Ambiental para que possam aplicar a sua energia em recursos que estimulam os seus sentidos de forma saudável e satisfatória. (Enriquecimento Ambiental para cães; Enriquecimento Ambiental para Gatos);
  • Manter um nível de actividade física adequado à sua idade, raça, porte e peso, necessidades de gasto energético e condição de saúde;
  • Apostar em Terapias complementares que ajudam a reduzir a ansiedade e stress como o Reiki e Terapia Floral. O uso de alguns óleos essenciais de forma aromática como a Lavanda também poderá ajudar. 3 a 4 gotas no difusor pode ser o suficiente, deixando a porta aberta caso o animal queira sair;
  • Usar a música como um meio de relaxamento: procura no Spotify as playlists: “Vet Approved- Pet Relaxation, Music for Dogs, Cats and Animals.”; “Calm my Cat” e “Animal Healing”
  • Desenvolver uma rotina consistente e o mais estável possível (horário do passeio e alimentação) para dar mais segurança, estrutura, evitando imprevistos;
  •  Recorrer a profissionais da área de treino e modificação comportamental se necessário (ex: em caso de ansiedade de separação);
  • Recorrer a uma Comunicadora Animal para perceber a causa, compreender e corresponder ao que o animal precisa;
  • Garantir em casa um ambiente mais relaxado cuidando das nossas próprias emoções e limpando a energia das divisões da casa (falarei mais sobre isto)

Espero que sejam recomendações úteis 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *