10 Dicas Ecológicas para o dia-a-dia

dicas ecológicas para o dia-a-dia

Pexels

A necessidade de cuidar da natureza e de todos os recursos que dela provêm, é cada vez mais premente. Ao longo do tempo deixamos arrastar, acumulamos continuamente e sem atender às consequências a longo prazo. Grandes mudanças não ocorrem de um dia para o outro, acredito que serão bem sucedidas quando feitas gradualmente, mas com consistência. Deste modo, partilho algumas dicas ecológicas para o dia-a-dia, simples e fáceis de aplicar. Se todos pudermos dedicar algum tempo a simples mudanças, a mudança global será possível.

 

Em seguida apresento 10 dicas ecológicas para o dia-a-dia, contextualizadas na política dos 3 Rs, a base essencial para uma atitude sustentável e protectora do ambiente.

 

Reduzir

 – Consumo variado de bens e serviços: água, energia eléctrica, combustível,  bens alimentares, roupa, tecnologia, papel, plástico, entre outros recursos. Planear ajuda a minimizar gastos e a entender o que realmente faz falta. Sobre o que têm a mais, já sabem, doar a quem precisa e vender. Até pode correr bem, apps e sites de venda não faltam. Existe uma tendência generalizada de consumo massivo, no qual verificamos que as compras são feitas com pouco critério e consciência.

 

 Reutilizar

  Papéis escritos, talões, cadernos incompletos, flyers ou outros, aproveitando o reverso das folhas ou até mesmo aquele espaço em branco que ainda permite apontar notas, listas ou rascunhos. Sugiro que juntem esses papéis soltos com um clip e deixem, por exemplo, na secretária, de modo a encontrarem sempre papel a reutilizar quando precisarem.

Sacos de plástico e cartão que já tenham em casa, evitando pedir ou comprar novos sacos no supermercado ou outros pontos de venda. O ideal será trocar o uso do plástico por sacos de pano e andar sempre com um ou dois, na eventualidade de fazerem compras sem estarem a prever.

Embalagens de vidro ou metal, como potes de mel, recipiente da cevada ou café, entre outros. Os recipientes de vidro aproveitados podem ser úteis para comprar a granel, evitando a compra de embalagens para esse fim. O vidro apresenta a vantagem de ser é inerte, não reage quimicamente e resiste a mudanças de temperatura, carga, humidade, permitindo que o produto mantenha todas as suas qualidades. Tanto o metal, como o vidro ou cartão podem ser reutilizados de forma criativa e útil, basta alguma vontade.

Água fria que corre antes do duche, deixando correr para uma bacia previamente colocada na banheira ou chuveiro.

– Roupa: algumas peças de roupa podem ser modificadas, aproveitadas ou doadas a quem mais precisa. Vender é também uma opção e uma forma de escoar o desnecessário.

– Móveis e outros elementos da decoração da casa podem ser recuperados ou também doados.

Sobras de refeições, algo que me parece absolutamente indispensável é evitar deitar comida fora. Existem diversas formas de reaproveitar o que sobre entre refeições.

 

Reciclar

– Todos os materiais: cartão, plástico, metal e vidro. Deitar as pilhas, óleos alimentares e aparelhos electrónicos em pontos de recolha específica. Se possível experimenta fazer compostagem, aproveitando resíduos orgânicos, como fruta e legumes para produzir adubo. Prefiram também pilhas recarregáveis, as quais podem ser carregadas aproximadamente 1000 vezes.

 

Todas estas dicas ecológicas para o dia-a-dia são práticas e não exigem grandes malabarismos para serem postas em acção. Pouco a pouco o efeito pode ser significativo! Deixo ainda o site da Quercus para ficarem a conhecer medidas e projectos dentro do âmbito da protecção ambiental.

 

Que outras sugestões poderias acrescentar?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *