“The Ten Trusts” de Jane Goodall

Jane Goodall, uma primatóloga mundialmente reconhecida pelo seu vasto trabalho e dedicação aos primatas, partilha neste livro, em conjunto com o Biólogo e investigador Marc Bekoff (autor de um livro que já aqui partilhei) 10 directrizes imensamente importantes que nos conduzem a uma atitude global de maior respeito e cuidado perante TODOS os animais. Sem exclusão, preferências ou hipóteses de escapatória, os autores argumentam de forma cativante e persuasiva, revelando como cada Ser Humano pode e precisa de fazer a diferença na vida de tantos animais sujeitos aos mais variados contextos de sofrimento. Cada premissa reflecte uma forma de cuidar, sendo apresentadas e abordadas de um modo impactante através de dados fidedignos e vasta experiência dos investigadores. Não acredito que alguém fique indiferente depois desta leitura, as várias histórias dos animais que sofrem na mão da ambição  e crueldade humana tocam fundo e despertam-nos para duras realidade que se perpetuam pelo mundo fora. Em cada um das 10 orientações elaboradas encontramos apelos  inabaláveis e convictos que precisam de ser cada vez mais aplicados, pelo bem dos animais e da natureza.

Precisamos de mais empatia, compaixão e humildade. Somos iguais e não superiores e sei com certeza que muito poderíamos melhorar se aprendêssemos as grandes lições que têm a transmitir, dia após dia. Partilho as 10 Leis e espero que todos possamos fazer mais por eles!

1. Alegra-te por fazeres parte do Reino Animal.
2. Respeita toda a vida.
3. Abre a tua mente, com humildade, para os animais e aprende com eles.
4. Ensina os teus filhos a respeitar e a amar a natureza.
5. Sê um sábio mordomo da vida na terra.
6. Valoriza e ajuda a preservar os sons da natureza.
7. Evita prejudicar a vida para aprender sobre ela.
8. Tem a coragem das tuas convicções.
9. Elogia e ajuda aqueles que trabalham pelos animais e pelo mundo natural.
10. Age sabendo que não estás sozinho e vive com esperança.

Sem dúvida que guardo a esperança de que apesar de ainda existir tanto por fazer, caminhamos gradualmente para o alcance de uma consciência global de maior respeito, compaixão e dedicação aos animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *