Meditar com os Animais: Meditação da Montanha

meditar com os animais

Meditar com os animais é uma das várias formas que nos ajuda a trabalhar a conexão com eles e a reforçar o vínculo. Como de um modo geral todos atravessamos momentos de maior incerteza e de alguma insegurança pelas circunstâncias actuais e dos últimos meses, pareceu-me importante partilhar com vocês uma meditação que desenvolvi.

Esta tem como objectivo criar naturalmente um tempo e espaço de conexão com os animais que nos acompanham, mas é também uma forma de desenvolvermos maior solidez, estrutura e segurança para cuidarmos de nós e deles.

Orientações prévias

  • Reserva um momento do dia e escolhe um local da casa onde te sintas confortável, serena e no qual estejas próxima do teu animal ou animais;
  • Se quiseres, escolhe uma música, mantra e/ou odor que te ajude a centrar;
  • Senta-te com a coluna direita e sente os pés no chão, visualiza raízes fortes e saudáveis que saiem dos pés e que te ancoram à Terra. Fecha suavemente os olhos;
  • Começa por fazer algumas respirações conscientes, entre 20 a 40 ciclos. Sente e foca a atenção no ar que entra e sai pelo nariz. Dá-te conta dos pensamentos que surgem e se te deixares ir por alguma ideia, simplesmente regressa novamente e volta a focar no teu ciclo de respirações.

Visualização: 

  • Imagina-te num largo caminho de Terra que te conduz a uma área contornada por montanhas. Cada uma delas é diferente, repara na altura, cores e formas. Em seguida escolhe aquela com a qual mais te identificas;
  • Após escolheres, foca a atenção nessa montanha e imagina-te a tornares-te una com ela. Ocorre uma fusão e podes sentir todas as suas qualidades. Sentes a firmeza, estrutura, segurança e conexão com a Terra que te sustenta. Sentes-te uma base forte de apoio para os teus animais que se aproximam e notas a tua qualidade inabalável perante os ventos fortes que te possam tocar;
  • Continuas firme e segura em contacto com toda a Natureza que te envolve. Com o Sol e a chuva, com o dia e a noite, com as aves que sobrevoam e todos os movimentos em redor;

Mantem a visualização durante o tempo que te sentires confortável;

Quando notares que é o momento de “regressar”, volta ao caminho de Terra que percorreste. Agradece a experiência mantendo a sensação de ligação com a Terra. Abre suavemente os olhos e com calma vai movendo as várias parte do teu corpo;

Nota como estás, como estão os teus animais e repete a meditação ou apenas a visualização sempre que sentires necessidade de reforçar a tua estrutura e solidez perante o que acontece no contacto com os animais que te acompanham e em outras situações.

Espero que seja uma orientação útil e benéfica para todos!

Se tiveres interesse em meditação e/ou também em começar  a meditar com os animais podes querer ler: Meditação: 6 apps para praticar; O Verdadeiro Poder da Meditação; 3 Meditações para Fazer com os Animais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *