Florais de Bach: Star of Bethlehem

Antes de avançar para a partilha de uma nova selecção de florais, falo-vos sobre um dos florais mais importantes de todo o sistema desenvolvido pelo Dr. Bach: o Star of Bethlehem. Posso dizer que é de facto a estrela do conjunto, uma vez que é muito raro desenvolver uma essência específica para um animal que não contenha este floral. Como bem sabemos, os animais, tal como nós, podem atravessar ao longo da vida experiências traumatizantes que deixam marcas. Este floral não só exerce um poder curativo em situações traumatizantes e de crise actuais como incide na sanação de situações passadas, sejam elas recentes ou longínquas.

Tendo isto em conta, o Star of Bethlehem pode ser muito benéfico para animais com um passado desconhecido, como a maioria dos que são adoptados. Contudo, pode ser necessário ver para além do óbvio, pois algumas circunstâncias e acontecimentos que consideramos que não provocaram ou provocam qualquer impacto podem na realidade representar um trauma e choque para o animal.

Contextos nos quais pode ser fundamental usar este floral:

  • estados de choque;
  • tristeza devido a perda, abandono, processo de luto de outro animal ou companheiro humano;
  • hipersensibilidade;
  • vivência de uma situação traumática (presente ou passada);
  • recuperação de maus-tratos, de qualquer tipo;
  • durante e após circunstâncias impactantes como hospitalização, mudança repentina de ambiente e rotina, chegada de um novo animal ou pessoa, ida para uma associação de protecção;
  • auxílio na recuperação após intervenção cirúrgica, acidentes ou qualquer outra situação que se afigure como traumática.
  • muito usado em casos em que o animal demonstra medo, pois o mesmo tem frequentemente origem numa situação traumática passada.

Como sempre estas servem como linhas gerais. Outras situações menos evidentes podem também requerer o uso deste floral. O Star of Bethlehem assume uma enorme importância para podermos alcançar a raíz de muitos problemas, sendo que a cura não fica completa e integrada se focarmos apenas as questões a resolver pela superfície.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *