Florais de Bach para Animais: o grupo do Medo

O sistema de Florais desenvolvido por Edward Bach está dividido em sete grupos: Medo, Incerteza e Insegurança, Hipersensibilidade às influências e ideias externas, Solidão, Falta de interesse no presente, Cuidado excessivo com os outros e Desespero. Como cheguei a referir, na publicação  Florais de Bach para animais , estas essências naturais podem beneficiar os companheiros patudos em diversas situações, ajudando a equilibrar emoções e a recuperar força e vitalidade física.  Um dos grupos ao qual é necessário recorrer com mais frequência para atender às necessidades emocionais dos animais é o grupo do Medo, o qual abordo hoje, apresentando as aplicações de cada um.

Rock Rose

– Este pode ser um floral ideal para qualquer medo que seja paralisante e de elevada intensidade.  Por exemplo, pode ser aplicado em animais que se encontram em pânico após um acidente ou situação inesperada.

– Aplicado também em casos de ansiedade acentuada e stress.

– Indicado em situações em que o animal se encontra muito assustado, em tensão aguda.

– Pode ser também benéfico em estados crónicos de ansiedade, situações frequentes após maus-tratos.

– Este floral integra a fórmula de Resgate composta por 5 florais, o qual é usado em situações de emergência, sofrimento agudo ou crónico.

O potencial positivo do Rock Rose é a recuperação da coragem e auto-controlo.

Mimulus

– Em comparação com o Rock Rose, este floral actua em medos de intensidade moderada, identificados e concretos em relação a objectos, pessoas e circunstâncias do quotidiano. Por exemplo, no caso de um animal que apresente medo de vassouras, pessoas altas ou foguetes, este floral poderá ser indicado.

– É também recomendado em situações de ansiedade moderada.

– Insegurança, sensibilidade e vulnerabilidade.

– Situações em que os animais se encontram frequentemente em vigilância e que respondem com fuga face a ruídos, novas pessoas ou movimento.

O potencial positivo é a recuperação da segurança, confiança e calma.

Quando necessário o Rock Rose e o Mimulus podem ser conjugados e ainda complementados com outros florais.

Aspen

– Este floral é indicado para medos vagos e desconhecidos, para os quais não conseguimos identificar uma razão ou estimulo específico que o desencadeie.

– Pode ser indicado para animais selvagens ansiosos, animais que se revelam constantemente agitados, medrosos e inseguros sem causa aparente.

– Durante ou após situações como tempestades, ruídos intensos ou outro tipo de eventos potencialmente impactantes.

– Animais que se assustam com facilidade.

– Casos de recuperação de maustratos ou de treino excessivo e agressivo.

– Também recomendada para hipersensibilidade e resposta desproporcionada face a diferentes estímulos.

O potencial positivo é a recuperação da confiança e coragem.

Red Chestnut

– Este floral tem uma aplicabilidade muito específica. Pode ser útil em situações de medo e ansiedade associados à sobreproteção de familiares humanos ou de animais. O animal poderá revelar um comportamento de defesa e protecção injustificado, evitando a aproximação ou tentativas de contacto. Por exemplo, este floral poderá ser uma opção em situações em que o animal está constantemente perto do bebé ou criança da casa, querendo proteger e defender de algum risco.

– Pode também ser indicado em casos de apego e dependência emocional, nos quais o animal demonstra muita ansiedade após o afastamento do dono ou alteração de comportamento habitual face a ele.

– Ainda poderá ser útil em situações de agitação e stress durante a antecipação da chegada dos companheiros humanos a casa.

O efeito do floral não será imediato, portanto se este comportamento é observado e existe a intenção de planear, por exemplo, umas férias sem o animal, o ideal será começar o quanto antes a administrar a essência.

O potencial positivo é a recuperação da tranquilidade, confiança e segurança de que tudo está bem.

Cherry Plum

– Indicado em situações de stress, agitação acentuada e perda de controlo face a outros animais, presença de pessoas estranhas ou outros estímulos.

– Adequado para comportamentos que revelam excesso de stress, como perseguir e morder a cauda, lambedura excessiva, ou outro tipo de compulsão. Importa acrescentar que ao evitar ou corrigir o comportamento de lambedura psicogênica estamos a prevenir o desenvolvimento de uma dermatite.

– Pode também ser benéfico em situações em que o animal rejeita a sutura pós-cirúrgica.

– Perda de controlo dos esfíncteres.

– Comportamentos descontrolados e destrutivos em casa.

– Animais que se podem se tornar perigosos devido ao excesso de ansiedade e perda controlo.

– Situações em que é previsível a perda de controlo como viagens longas, desconfortáveis e pouco habituais.

Potencial positivo: recuperação da calma e controlo em situações de stress  consideradas ameaçadoras.

Seja qual for o contexto é importante não generalizar, pois entre situações aparentemente iguais a escolha de florais poderá ser diferente, porque é importante também corresponder à causa do comportamento. Cada caso deve ser explorado e atendido de forma única.

Fica a conhecer alguns detalhes relevantes sobre esta terapia para animais na publicação: Florais para Animais: 8 factores essenciais. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *