6 Ideias para Melhorares a Relação com o teu Animal

como melhorar relação com o teu animal

Photo by Kareli Lizcano on Unsplash

Escolher partilhar a vida com um animal é uma decisão que implica responsabilidade, disponibilidade e muita dedicação. Um animal não-humano não pode ser considerado como um elemento decorativo ou de distracção e entretenimento quando nos é conveniente. Tal como nas relações humanas, a ligação com o teu companheiro de quatro patas necessidade de atenção e empenho. Mesmo perante uma rotina preenchida e acelerada é necessário reservar tempo e energia para passarmos tempo de qualidade com estes Seres que nos acompanham com tanta presença e amor. Assim partilho 6 ideias para melhorares a relação com o teu animal, destacando alguns factores que me parecem importantes para tornar o vínculo ainda mais satisfatório para ambas as partes.

Fazer caminhadas/passeios com mais atenção, presença e disponibilidade

De um modo geral, os cães e alguns gatos apreciam muito o momento do passeio. Costuma ser uma excelente oportunidade para libertarem energia acumulada e entrarem em contacto com diferentes estímulos que são importantes para o seu equilíbrio. O que noto com frequência é que os donos não revelam uma atitude atenta e presente quando estão com os seus animais. Muitas vezes estão distraídos com o telemóvel, alienados do que se passa e não aproveitam esse momento tão propício para conhecerem melhor o patudo e reforçarem a sua ligação. É importante estar atento ao comportamento do teu animal, ao seu estado de ânimo, reparar como se comunica e interage com outros animais e pessoas e quais os lugares que mais gosta de explorar. Se ainda não o fazes proponho que estejas mais presente neste momento, interage com ele e estabelece contacto visual, algo tão importante para reforçar a vossa ligação.

Quero também destacar a importância de dar tempo e espaço para explorar os odores que encontra, pois este é um comportamento natural e necessário. São estímulos importantes que permitem recolher informação sobre os locais e animais que circundam nessa zona. Evita puxar constantemente a trela e permite-o explorar o seu ambiente com tranquilidade. Desde que esteja vacinado e que possas estar atenta à possibilidade de ingerir algo que não seja apropriado está tudo bem.

O ideal será estabelecer sincronia entre vocês. Se tiveres oportunidade enriquece esse momento de passeio e leva brinquedos como bolas e frisbies. Com toda a energia gasta chegam a casa mais serenos, relaxados e equilibrados. Outra sugestão relevante é variar um pouco os caminhos e lugares onde passeiam porque permite o contacto com novos estímulos.

Criar espaços e momentos partilhados

Mesmo que a atenção não esteja a 100% no teu animal, importa criar momentos em que ambos possam estar próximos. Podes estar a trabalhar no computador e permitir que se encoste a ti ou colocar a sua cama ou cobertor por perto, tal como quando estás a ver TV, cozinhar ou outra actividade em casa.

Brincadeiras e actividades feitas em conjunto

O enriquecimento ambiental é um factor muito importante a todos os níveis. Um dos jogos que faço com mais frequência é esconder ração ou biscoitos em diferentes lugares da casa, utilizando por vezes Kongs, gerando assim momentos de distracção, estimulação do olfacto e interacção. Podes fazer o mesmo com brinquedos, usar quebra-cabeças, brincar às escondidas ou ainda apostar em momentos de treino recorrendo ao reforço positivo. Sempre que possível e que notes que é benéfico para ambos, inclui o teu animal nas actividades que desenvolves nos tempos livres.

Coerência na comunicação e comportamento

Se determinas certas regras a seguir é importante mantê-las de forma firme e consistente de modo a promover maior estabilidade e segurança no teu animal. Ao estipulares alguma regra repara se o que expressas verbalmente está alinhado com a tua expressão corporal, pois têm muita facilidade em captar expressões das quais não nos apercebemos. Comunicar com eles com clareza e convicção faz toda a diferença. Se estás constantemente a alterar a comunicação e comportamento na relação com o teu animal podes gerar confusão, instabilidade, insegurança e por consequência uma ligação frágil e insatisfatória.

Calma e paciência

Na relação com o teu animal a calma e paciência são elementos essenciais. Para estabelecer uma conexão com mais confiança, segurança e tranquilidades importa evitar acções impulsivas. Por vezes a impaciência pode surgir devido a cansaço, desgaste ou outros factores, contudo é importante estar consciente de como nos sentimos e gerir estas situações. Se percebemos que precisamos de ajuda para lidar com algum comportamento do animal é necessário assumir a necessidade de procurar profissionais que possam ajudar.

Reconhecer a sua personalidade e preferências

Procura identificar o que o teu animal gosta de fazer, quais são os seus medos, particularidades, preferências e reais necessidades. Sabes os locais em que ele mais gosta de estar dentro e fora de casa? E as brincadeiras preferidas? Importa respeitar e compreender as suas características únicas e personalidade. Se conheceres melhor o teu animal também poderás perceber como podes melhorar a vossa relação.

Estas ideias foram úteis para ti? O que mais gostas de fazer para reforçar a ligação com o teu animal?



2 Comments

  1. Patrícia

    Gostei muito do artigo. Está perfeito:)
    Os animais são tantas vezes os nossos companheiros mais permanentes. É uma pena que não tenham a atenção merecida!

    • Olá, Patrícia

      Obrigada, fico contente pelo feedback! Sim, é verdade, nem sempre recebem por parte dos humanos a dedicação necessária, mas espero que possamos notar futuramente maior consciência em relação a este tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *